div data-mvc-banner="sky-wide">

10 dicas para prevenir o estresse pós-parto

10 dicas para prevenir o estresse pós-parto

EVITE QUE O CANSAÇO E NERVOSISMO ATINJA VOCÊ !

Pessoal, depois que o bebê nasce, a gente(mãe) passa por uma avalanche de emoções. Some-se a isso o excesso de demandas por causa dos cuidados com o recém-nascido, como amamentar, trocar fraldas e fazê-lo dormir. O resultado pode ser um nível de estresse altíssimo, nível hard mesmo que pode se traduzir em uma irritabilidade extrema, tristeza e até mesmo depressão. Para ajudá-la a evitar esse estado de alta tensão, reunimos dicas preciosas de especialistas para você passar pelo período com um pouco mais de equilíbrio.

  1. Tenha um estilo de vida saudável.
  2. Estreite os laços afetivos.
  3. Cultive o vínculo materno.
  4. Preze por sua estabilidade emocional.
  5. Tenha em mente que você vai dormir pouco.
  6. Aprenda a amamentar ANTES do bebê nascer.
  7. Reserve um tempo para si.
  8. Informe-se sobre os sintomas da depressão pós -parto.
  9. Mantenha uma boa relação com o parceiro
  10. Respire fundo, vai passar.

Sim , é uma coisa bem difícil de se fazer, mas… vamos lá…você não pode nem deve permitir que toda sua energia se esgote e só sobre a tristeza! Vai por mim, não deixe chegar a esse ponto!

Peça o parceiro para ficar com a cria e tome aquele banho super demorado de meia hora, depois seque e vá pra frente do espelho, passe um corretivo de leve nos olhos de panda, dê uma corzinha nas bochechas, penteie e seque o seu cabelo! Se possível, tire um cochilo nem que seja só de 15 min , se ame , se cuide … Sua vida não pode girar exclusivamente em torno do bebê, mesmo nas primeiras semanas. É preciso aliviar o estresse. Tenha com quem conversar sobre outros assuntos, busque atividades relaxantes, tome um banho com calma e cuide de sua higiene pessoal. Evite, por exemplo, passar o dia de pijama e, entre uma mamada e outra, mesmo se o tempo for curto para uma soneca, coloque um CD de música que lhe traga tranquilidade.

Muito cuidado com a depressão pós -parto .Ela está vinculada ao puerpério, período que decorre desde o nascimento da criança até que o corpo e o estado geral da mulher voltem às condições anteriores à gestação. A mãe se aliena da realidade, torna-se agressiva, sente-se intimidada pela dependência integral da criança, perde a comunicação afetiva com o bebê, dorme mal, apresenta falta de apetite e pode ter taquicardia, hipertensão e problemas intestinais. Saiba reconhecer. ( por favor )

Saiba que seu corpo muda com a gestação. Depois do parto, então, a situação se agrava. E as mudanças podem levar à aversão à criança. Fique atenta. Até porque, com o tempo, tudo volta ao normal.

Ser mãe não nos tira a vivência de ser “mulher ” continuamos lá, e sentimos muita falta dessa versão, portanto que não permitamos que ela suma, pois a maternidade nos torna uma versão melhorada de nós mesmas! Coma algo levinho, nada de difícil digestão, cuida do bebê cheire ,beije , acaricie a sua bênção , afinal “que milagre ” você recebeu <3

Sua relação com o pai do bebê é decisiva para o bem-estar da família. Ambos podem estar carentes, cada um a seu modo. Tente reverter isso em afagos, gentilezas, gestos de carinho e não em brigas, insultos e praguejadas. Compreensão, tolerância e cumplicidade são as palavras de ordem para o casal. Respira fundo , calma vai passar e só permita as lembranças boas desse momento! Combinado ?

Abraço, até a próxima !

-MAMÃES QUE SE CUIDAM- por Raquel Braga.

Envie seu comentário